Você sabia que James Bond foi escrito na Jamaica? Descubra como viver experiências do escritor e do agente secreto 007 -

Você sabia que James Bond foi escrito na Jamaica? Descubra como viver experiências do escritor e do agente secreto 007

Cartaz do filme mais recente de James Bond Foto: Divulgação/ Universal
Cartaz do filme mais recente de James Bond Foto: Divulgação/ Universal
Cartaz do filme mais recente de James Bond Foto: Divulgação/ Universal

A Jamaica é o destino alfa e ômega do agente secreto favorito de todos, James Bond. Ian Fleming o criou nesse país e poucos minutos depois de colocar os pés nesta ilha misteriosa, é fácil ver como o personagem foi criado. É escapista, luxuoso e sedutor, um pouco como o próprio Bond.

Foi na Jamaica que Fleming escreveu Casino Royale, o primeiro de 12 romances e duas coleções de contos retratando o agente do Serviço Secreto Britânico, o 007. No primeiro dos livros de Fleming a ser adaptado para a telona, foi filmado na ilha caribenha em 1962, seguido uma década depois por Live and Let Die.

Cartaz do filme mais recente de James Bond Foto: Divulgação/ Universal
Cartaz do filme mais recente de James Bond Foto: Divulgação/ Universal

O contraste entre a praia tropical – com sua areia branca como pó, água azul-turquesa e palmeiras arqueadas – e a paisagem exuberante do rio torna este local particularmente notável, já que as águas frias do rio Dunn’s fluem de cachoeiras em piscinas naturais para se misturarem com as águas amenas águas do Mar do Caribe. Felizmente preservado das marés do turismo, Laughing Waters é uma parada obrigatória não só para os fãs de Bond, mas para qualquer visitante que busca um pouco de tranquilidade.

Veja também:
Mais detalhes

Bond nasceu em 1952 quando Fleming, um ex-oficial da inteligência naval, escreveu seu primeiro rascunho de Casino Royale em sua villa jamaicana, GoldenEye (batizada em homenagem a um plano de guerra em que ele havia trabalhado). Agora é um resort exclusivo, e a própria casa está disponível para aluguel para que você possa ficar no quarto e sentar-se na mesma mesa que Fleming criou Bond. Caso contrário, fique na baía abaixo, um antigo porto de bananas, onde várias vilas privadas têm vista para uma lagoa de água salgada azul celeste.

Propriedade jamaicana de Ian Fleming GoldenEye. Foto: Divulgação/ Visit Jamaica
Propriedade jamaicana de Ian Fleming, GoldenEye. Foto: Divulgação/ Visit Jamaica

O fato da história de Fleming se encaixar com a de Bond tão nitidamente não é coincidência. Bond era o homem que queria ser e carregava consigo seus próprios traços, hábitos e origens. O “Comandante” Bond é do mesmo posto que Fleming alcançou na Marinha. Fleming, como Bond, era um fumante inveterado e mandava imprimir cigarros personalizados com três faixas douradas para refletir sua posição.

Veja também:

O pedido de bebidas memorável de Bond, um “vodka martini, batido, não mexido”, foi considerado uma invenção de Fleming, frequentemente bebido em seu refúgio favorito, The Jamaica Inn. Essa bebida ficou conhecida como Vesper Martini e você pode pedir para um dos bartenders que trabalharam no The Jamaica Inn desde a época em que Live and Let Die foi filmado.

Como viver como Bond na Jamaica:
  • Visite Laughing Waters, onde Honey Ryder e Bond se encontram e a notável cachoeira deságua no mar. Esta praia e casa agora são de propriedade do governo, mas as visitas podem ser organizadas entrando em contato com o conselho de turismo Visit Jamaica.
  • Vá ao The Jamaica Inn para tomar uma bebida ao pôr do sol e saborear o Vesper Martinis. Tente arrumar uma mesa no terraço e chegue meia hora antes do pôr do sol. Se você quiser assistir a algum bartending sério, dê um pulo para ver sua bebida sendo preparada. Alguns dos funcionários do bar trabalham ali há 40 anos.
  • Fique no GoldenEye: você não pode ficar mais perto de Fleming e Bond do que isso; sente-se em sua velha escrivaninha e leia um dos clássicos. Existem outras vilas na propriedade, mas esta é a joia da coroa.
  • Aproxime-se de alguns répteis na fazenda de crocodilos Jamaica Swamp Safari Village Tours. Uma visita que vale a pena tanto para os fãs de Bond quanto para os amantes dos animais. Cuidado ao vagar pelas cavernas labirínticas da Gruta Verde. Essas cavernas têm sido usadas há mais de 2.000 anos, quando os índios Arawak chegaram pela primeira vez e, ao longo dos séculos, diferentes povos se esconderam lá.
  • Coma como Bond. Uma fonte próxima ao set de No Time To Die disse que, durante as filmagens, Daniel Craig freqüentava um determinado barraco perto do set. Experimente você mesmo a verdadeira comida local indo ao Galina Breeze Jerk Shack, onde MacGuyver está na grelha. Ele é um personagem real e adora sua comida – no entanto, tome cuidado com o molho amarelo ardente.
  • Almoce no The Liguanea Club; os olhos de águia reconhecerão o interior e o exterior do Dr. No. Fresco e calmante, a comida é jamaicana com um toque especial. A cerveja de gengibre feita em casa é algo – realmente ardente.

Fonte: The Week

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow