Você sabe identificar um vinho caro? Pesquisa mostra quais indicadores nos 'enganam' no rótulo -

Você sabe identificar um vinho caro? Pesquisa mostra quais indicadores nos ‘enganam’ no rótulo

Itens que podem confundir na hora de classificar um vinho. Foto: Burst/Pexels

"Itens

Colocar a palavra ‘château’ (castelo ou casa de campo nobre, em francês) no rótulo faz uma garrafa de vinho parecer mais chique, segundo um estudo. Fatores superficiais como rolhas e garrafas pesadas também influenciavam as preferências de degustação e percepções da qualidade geral dos amantes de vinho.

Um novo estudo descobriu que simplesmente colocar a imagem de um castelo na lateral de uma garrafa de vinho era suficiente para uma pluralidade de consumidores presumir que este era o vinho mais caro.

"Itens

O supermercado Aldi fez parceria com Charles Spence – um psicólogo alimentar da Universidade de Oxford conhecido por sua pesquisa exclusiva sobre alimentos e bebidas – para verificar como as pessoas julgam a qualidade ao selecionar o vinho.

Veja também:

Solicitados a decidir qual vinho era o mais caro apenas olhando para eles, 34 por cento dos entrevistados, o maior grupo, achou que uma garrafa de vinho de £ 10 (cerca de R$ 73) com a imagem de um castelo no rótulo era o mais caro, enquanto apenas 15% identificaram realmente a garrafa mais cara, uma seleção de £ 95 (cerca de R$ 700) rotulada com uma escrita preta simples em itálico em um fundo bege, de acordo com Wales Online.

Outras peculiaridades relatadas em julgar o valor do vinho descobertas durante a pesquisa foram que 25 por cento das pessoas acreditavam que uma rolha indicava um melhor do que com uma tampa de rosca, enquanto os entrevistados também disseram que pagariam até 40 por cento a mais por um vinho com uma garrafa mais pesada.

Veja também:

Finalmente, em um teste às cegas, um vinho de supermercado de £ 6,49 (R$ 48) supostamente venceu uma garrafa de £ 36 (R$ 265) comprada em uma loja de vinhos independente. 

“Os resultados mostram claramente que nem sempre você recebe o que paga em termos de preferência ao degustar vinhos às cegas”, disse Spence. “Isso é totalmente consistente com vários estudos anteriores que mostram que há pouca relação entre gosto e preço com vinhos. Como a pesquisa indica que os compradores costumam usar o preço como um fator de qualidade, esse comportamento de compra clássico pode muitas vezes acabar custando milhares de dólares aos clientes ao longo da vida. ”

De acordo com o The Drinks Business, o estudo pesquisou mais de 2.000 consumidores on-line do Reino Unido e recrutou 53 pessoas adicionais para o teste de sabor às cegas.

Fonte: Food & Wine

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow