Vaso chinês que já custou R$ 300 é vendido por R$ 48 milhões em leilão; entenda -

Vaso chinês que já custou R$ 300 é vendido por R$ 48 milhões em leilão; entenda

Vaso chinês que já custou R$ 300 é vendido por R$ 48 milhões em leilão
Vaso chinês que já custou R$ 300 é vendido por R$ 48 milhões em leilão
Imagem: Sotheby’s/Divulgação

Vendido por R$ 300 (US$ 56) em 1954, um vaso chinês de cerâmica foi arrematado por R$ 48 milhões em leilão, em Hong Kong, depois de ser descoberto na companhia de cães e gatos em uma casa de campo na Europa Central.

Veja também:

Descrito pela Sotheby’s como uma “obra-prima perdida”, o vaso chinês vendido no leilão é um artefato raro do século XVIII, feito especialmente para o imperador Qianlong, que governou a China por mais de 60 anos (1735 a 1796). O objeto em formato de pera tem um design especial: um desenho floral azul e branco pode ser visto através do corpo vasado do artigo.

Sotheby’s credita a descoberta ao consultor de arte Johan Bosch van Rosenthal, de Amsterdã, que encontrou o vaso em uma casa de campo de uma idosa de mais de 80 anos. “Chegamos a uma sala com várias obras de arte chinesas herdadas há muitos anos”, disse o consultor, convidado para avaliar a coleção. “Seus quatro gatos andavam livremente entre eles”, relembrou.

“É um milagre que esse vaso extraordinariamente frágil tenha sobrevivido meio século em uma casa cercada por inúmeros animais de estimação”, disse Nicolas Chow, presidente da Sotheby’s Asia, em comunicado. O vaso foi inspecionado por especialistas da casa de leilões, que o associaram a um item dos arquivos da casa imperial chinesa. Anteriormente mantido no Palácio da Pureza Celestial, parte da Cidade Proibida de Pequim, o artigo já foi elogiado pelo imperador por seu design.

Os registros da Sotheby’s também mostraram que o vaso chinês havia passado pela casa de leilões de Londres em 1954, tendo sido arrematado por apenas R$ 300 (US$ 56). A pesquisa do leiloeiro descobriu ainda que o item foi vendido novamente no fim daquele ano por R$ 545 (US$ 101). O objeto é conhecido como Vaso Reticulado Harry Garner, em nome do colecionador que o possuía antes do leilão de 1954.

Vaso chinês que já custou R$ 300 é vendido por R$ 48 milhões em leilão
Imagem: Sotheby’s/Divulgação
Veja também:

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br 

Veja também

+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol
+ Maria Zilda relembra quando soube que Ary Fontoura era gay
+ Uma Harley-Davidson com 360 diamantes e peças banhados a ouro, a moto mais cara do mundo
+ Veja momento em que bola de fogo explode no céu de Tóquio
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo



arrow