Um recibo de arte 'invisível' de 1959 é vendido por R$ 5 milhões: "ancestral do NFT" -

Um recibo de arte ‘invisível’ de 1959 é vendido por R$ 5 milhões: “ancestral do NFT”

um bilhete de arte invisível é vendido em leilão por quase R$ 5 milhões. Foto: Divulgação/ Sotheby's
um bilhete de arte invisível é vendido em leilão por quase R$ 5 milhões. Foto: Divulgação/ Sotheby's
um bilhete de arte invisível é vendido em leilão por quase R$ 5 milhões. Foto: Divulgação/ Sotheby’s

Em 1958, o artista Yves Klein abriu uma exposição chamada “The Void”, que o viu colocar um grande armário em uma sala vazia. Milhares de visitantes pagantes apareceram em uma galeria de Paris para não ver nada.

Após o sucesso da mostra, o artista francês levou a ideia um passo adiante – dando aos colecionadores a chance de comprar uma série de espaços inexistentes e inteiramente conceituais em troca de um peso de ouro puro, ou seja, uma arte invisível.

um bilhete de arte invisível é vendido em leilão por quase R$ 5 milhões. Foto: Divulgação/ Sotheby's
um bilhete de arte invisível é vendido em leilão por quase R$ 5 milhões. Foto: Divulgação/ Sotheby’s

Um punhado de compradores aceitou a oferta. E na quarta-feira, quase 60 anos após a morte de Klein, um dos recibos que ele escreveu para provar a propriedade de suas obras de arte invisíveis foi vendido por mais de 1,06 milhão de euros (R$ 5,45 milhões) na casa de leilões Sotheby’s em Paris.

Medindo menos de 20 cm de largura, o recibo concede a propriedade de um dos espaços imaginários de Klein, que ele apelidou de “Zonas de Sensibilidade Pictórica Imaterial”. Projetado para se assemelhar a um cheque bancário, é assinado pelo artista e datado de 7 de dezembro de 1959.

O recibo foi originalmente dado ao negociante de antiguidades Jacques Kugel, e está entre um dos poucos que se acredita terem sobrevivido, disse a Sotheby’s em um comunicado à imprensa antes do leilão. Isso não ocorre simplesmente porque Klein se esforçou para vender muitas das obras imaginárias, mas porque ele ofereceu a seus clientes uma escolha: guardar o recibo ou queimá-lo em um ritual.

Veja também:

Caso optassem por este último, seriam considerados os “proprietários definitivos” da obra conceitual. Como parte da arte performática de Klein, ele então queimava o recibo na presença de testemunhas antes de despejar metade do ouro que recebeu no rio Sena.

Kugel optou por manter o seu, e desde então foi exibido em grandes instituições de arte em toda a Europa, incluindo a Hayward Gallery de Londres e o Centre Pompidou em Paris. O item está sendo colocado à venda pelo consultor de arte e ex-proprietário da galeria Loïc Malle, que está oferecendo mais de 100 itens de sua coleção particular em leilão.

Veja também:

Em seu catálogo de leilões, a Sotheby’s comparou a ideia de Klein aos NFTs, escrevendo: “Alguns compararam a transferência de uma zona de sensibilidade e a invenção de recibos como um ancestral do NFT, que permite a troca de obras imateriais. que Klein manteve um registro dos sucessivos proprietários das ‘zonas’, é fácil encontrar aqui outro conceito revolucionário – o ‘blockchain’.”

A Sotheby’s confirmou antes da venda que o licitante vencedor não apenas “se tornaria o guardião desse recibo histórico, mas também da obra de arte invisível de Klein“.

Klein, que morreu em 1962, foi uma figura chave no movimento nouveau réalisme (novo realismo), que usava a arte para subverter as percepções da realidade dos espectadores. Em 1957, ele abriu uma exposição em Milão composta por 11 telas azuis, idênticas em forma, tonalidade e tamanho. Seu trabalho mais conhecido, no entanto, é a fotografia de 1960 “Leap into the Void”, que parecia mostrar o artista pulando de um muro alto, embora na verdade fosse uma composição de duas imagens separadas.

Fonte: CNN Style

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br 


Veja também:

+ Marília Gabriela fala sobre morar em Portugal
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ Veja as 10 scooters mais vendidas no Brasil
+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021
+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!
+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano



Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow