São João: como fazer uma renda extra com as festas juninas e julinas -

São João: como fazer uma renda extra com as festas juninas e julinas

As festas juninas e julinas podem ser uma oportunidade de aumentar a renda. Foto: Divulgação/ Recovery
As festas juninas e julinas podem ser uma oportunidade de aumentar a renda. Foto: Divulgação/ Recovery
As festas juninas e julinas podem ser uma oportunidade de aumentar a renda. Foto: Divulgação/ Recovery

Com o mês de junho, chega também o inverno. E, no friozinho, não tem coisa melhor do que uma fogueira para se aquecer, um quentão para alegrar o ânimo e comidas típicas das festas juninas e julinas.

Por serem tão populares e queridas, as festas juninas sempre foram, também, um bom momento para a economia. Por todo o Brasil, as quermesses lotadas fazem a alegria dos donos das barracas que faturam bastante servindo comidas típicas e, além disso, muitos lojistas aproveitam a época para oferecer trajes e decorações tradicionais.

+ Venda de ouro: 3 dicas de um joalheiro para fazer um bom negócio com joias usadas

+ Esses são os 20 sites mais usados pelos brasileiros para compras online

+ Vale a pena reformar a casa antes de colocá-la à venda? Veja o que dizem os experts!

As festas juninas e julinas podem ser uma oportunidade de aumentar a renda. Foto: Divulgação/ Recovery
As festas juninas e julinas podem ser uma oportunidade de aumentar a renda. Foto: Divulgação/ Recovery

É justamente por isso que, quando o assunto são as festas juninas e julinas, as oportunidades de ganhar dinheiro estão em todo lugar. Você também pode embarcar nessa e conseguir aquela renda extra que pode fazer diferença para pagar as contas, sair das dívidas ou guardar um dinheiro no início do semestre.

A seguir, confira algumas sugestões para aproveitar o arraiá e turbinar o orçamento doméstico.

Como se organizar para vender mais nas festas juninas

Foco no planejamento: independente de qual atividade for a escolhida, organização é um fator fundamental para entregar um bom produto e vender bem. Portanto, antes de começar, é bom planejar direitinho o que e como fazer.

Os caminhos são diferentes para cada escolha, mas todos têm em comum o fato de que você precisará de bons fornecedores para obter ingredientes e materiais. Além disso, também é preciso pensar na logística, e se perguntar como fará para entregar seus produtos.

Artesanato e objetos de decoração podem ter boa demanda. Foto: Box Comunicação | Divulgação/ Tok & Stok
Artesanato e objetos de decoração podem ter boa demanda. Foto: Box Comunicação | Divulgação/ Tok & Stok

Se você nunca trabalhou com um sistema de entregas a domicílio, pesquise o que é mais vantajoso. Quem tem veículo próprio pode levar os itens pessoalmente até o cliente. Já os que não possuem carro ou moto têm a opção de contratar os serviços de entregadores profissionais.

Contudo, é bom lembrar que se você já trabalha com delivery, as festas juninas podem ser utilizadas para fidelizar seus clientes: por que não aproveitar e adicionar bandeirinhas e pequenas prendas aos pedidos? A primeira impressão é a que fica, então, ‘atenção à qualidade’ e ‘foco no cliente’ são palavras de ordem para todo negócio de sucesso.

Como calcular o preço de venda do seu produto

Aprender a calcular o preço de venda dos produtos garante a margem de lucro adequada, além de ser fundamental para todo tipo de negócio. Nas festas juninas, não é diferente. A primeira providência é calcular os custos do produto que, de modo geral, podem ser diretos ou indiretos:

  • Custos diretos: são os valores do que você usa na confecção do produto, como os ingredientes para as receitas e os materiais para a elaboração de itens de decoração e roupas. Ou seja, todo o investimento necessário em insumos e matéria-prima.
  • Custos indiretos: são os chamados “gastos invisíveis”, que incluem valores como água, luz, gás, internet, entre outros. Referem-se ao que é necessário para manter a infraestrutura do local de produção (que pode ser a sua cozinha).

Para calcular o preço de venda, liste todos os seus custos, sejam eles diretos ou indiretos. Depois, adicione a sua margem de lucro, considerando o tempo que você se dedica às suas atividades. Assim, você chegará ao preço final.

Comidas típicas são as queridinhas nas festas juninas e julinas. Foto: Divulgação
Comidas típicas são as queridinhas nas festas juninas e julinas. Foto: Divulgação

Por fim, também é muito importante pesquisar quanto outras pessoas cobram, em média, pelos mesmos itens que você oferece. Só assim é possível estabelecer um preço competitivo e se estabelecer no mercado.

Diferenciais que agregam valor

Detalhes fazem toda a diferença. Incorporá-los em seu produto ou serviço pode agregar valor, conquistar e fidelizar clientes. Portanto, se possível, invista em embalagens mais atraentes e materiais de boa qualidade. Aqui o que mais vale é a criatividade: cores vibrantes, cartões de apresentação e bilhetinhos carinhosos de agradecimento são ótimos para impressionar o consumidor.

Divulgando seus produtos na internet

Utilize-se das redes sociais para potencializar seus produtos e suas vendas. O Instagram, por exemplo, é uma ótima maneira de chamar a atenção de seu público, por ser uma rede social altamente visual. Se você quer começar a usar a plataforma com o pé direito, siga o passo a passo:

1. Crie um perfil comercial 

O primeiro passo é criar uma conta comercial no Instagram, escolhendo um nome atraente e simples, de preferência, para que seja fácil de encontrar.

2. Capriche nos posts

Como o Instagram é uma rede social baseada na imagem, capriche nas fotos que irá postar, optando sempre por uma boa iluminação e composição nas fotografias. Não se esqueça de adicionar sempre as hashtags (#), descrevendo em palavras curtas o seu produto, sua marca e sua localização. Assim, você aumenta sua visibilidade.

3. Mantenha uma rotina de postagem

Após criar sua conta e produzir o seu conteúdo, mantenha uma rotina de postagem, alimentando a página com certa periodicidade. Faça um planejamento, para que você já tenha de antemão um cronograma com os temas e o formato das postagens. Mantendo uma boa frequência, sua página e seus produtos terão cada vez mais relevância e visibilidade, conquistando clientes.

Essas dicas podem fazer com que você tenha uma renda extra e melhore suas finanças ou quite suas dívidas durante as festas juninas e julinas.

Fonte: Recovery – empresa especialista em recuperação de crédito.

Quer ver mais notícias sobre festa junina? Então, confira em nossas matérias:

+ Aprenda 3 receitas fáceis e deliciosas para a festa junina em casa

+ 24 de junho Dia de São João: dicas de decoração da mesa dos quitutes juninos

+ Aprenda a fazer o chocolate quente cremoso de Campos do Jordão (sem amido de milho!)


Veja também:

+ Marília Gabriela fala sobre morar em Portugal
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ Veja as 10 scooters mais vendidas no Brasil
+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021
+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!
+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano



Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow