Regiões francesas lutam para se tornar a 'capital mundial' do vinho -

Regiões francesas lutam para se tornar a ‘capital mundial’ do vinho

Crédito imagens: Grape Things

Na França, poucas coisas são maiores do que o vinho – e assim, quando a Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) anunciou que deixariam seus escritórios em Paris para novas instalações, a grande questão passou a ser para onde eles irão?

Com 48 estados membros – incluindo a maioria dos principais países produtores de vinho, exceto os Estados Unidos e a China – a OIV é uma das organizações de vinho mais proeminentes do mundo, produzindo relatórios anuais sobre a produção e consumo global de vinho. Com tal alcance internacional, alguns apelidaram a OIV de “a ONU do vinho” e de sua sede a “capital mundial” do vinho.

Beba Com Copo De Vidro Transparente

Claro, certas áreas da França acreditam que já são o epicentro do vinho – nomeadamente Bordeaux, Borgonha e Champagne – e todos eles têm feito suas propostas para ser o novo lar da OIV (Roma também está concorrendo). François Rebsamen, o prefeito de Dijon – onde os escritórios da OIV estariam localizados se ficassem na Borgonha – revelou a France Bleu: “Temos um financiamento sólido, apoiado pela região”, embora ele também se recusou a dizer quanto” porque os outros concorrentes não revelaram seu orçamento. Então, sim, este é um processo formal.

Veja também:

No final, a decisão será finalizada com o voto de todos os países membros, uma solução aparentemente justa – exceto por um grande problema: é tarefa da França escolher qual de suas cidades propor para aprovação da OIV em primeiro lugar, levando a muitas lutas internas francesas. E as coisas ficaram um pouco mais complicadas desde que se espalhou a notícia de que o governo francês parece estar inclinado a recomendar Dijon.

As notícias da suposta pista de Dijon levaram o meio de comunicação francês Sud Ouest a questionar “Macron gosta de Bordeaux?” – implicando que o presidente francês não trata a região com o respeito que ela merece. 

Veja também:

Quanto à OIV, um porta-voz disse à Decanter que tudo ainda está no ar. “Uma proposta [do governo francês] para este local deve ser feita na próxima Assembleia Geral da OIV. “Isso não significa que uma decisão será tomada rapidamente. Os estados membros da OIV têm um período de reflexão e votarão nas próximas reuniões em outubro de 2021.”

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow