Por dentro da extravagante mansão de Drake -

Por dentro da extravagante mansão de Drake

A mansão de Drake em Toronto é um estudo de caso extravagante: uma cama de uma tonelada, um armário de dois andares e uma banheira de quase 2 toneladas esculpida em uma única peça de mármore preto. Depois, é claro, há a quadra de basquete da NBA, o estúdio de gravação e uma piscina interior atmosférica.

Imagens: Reprodução

Ao oferecer uma visão abrangente de sua casa, o rapper canadense espera mostrar um pouco sobre a inspiração do projeto multimilionário. Ele também apresenta uma entrevista com a força criativa por trás da propriedade de mais de 15 mil metros quadrados, o designer Ferris Rafauli (na foto com Drake, acima), que descreve como ele deu um toque contemporâneo à arquitetura das Belas Artes.

Julia Roberts vende mansão por R$ 40 milhões para vizinho bilionário

Hotel com núcleo oco será inaugurado em Dubai

Bunkers bilionários: como a população mais rica do planeta se preparou para o apocalipse

Milionários se isolam em iates de luxo para evitar coronavírus

A mansão de Drake – que ele chama de The Embassy (A Embaixada) – foi feita com vários materiais de luxo, incluindo bronze, granito preto, ébano e ágata marrom. As decorações incluem esculturas do artista americano, além de uma seleção de prêmios Grammy e um corredor inteiro dedicado às camisas dos astros do esporte.

“É um alto luxo esmagador”, disse Drake. “Essa mensagem é transmitida através do tamanho das salas, dos materiais e detalhes dos pisos e tetos. Eu queria garantir que as pessoas pudessem ver o trabalho que desenvolvi ao longo dos anos refletido em todos os pontos de vista”.

Desde o início

Drake já havia dado aos fãs um vislumbre de sua mansão nas mídias sociais e nos vídeos de “When To Say When & Chicago Freestyle”. Mas a nova sessão de fotos oferece um visual sem precedentes em seu design, incluindo o quarto principal de 1.200 metros quadrados, a quadra de basquete e um salão amarelo ornamentado que Rafauli descreveu como “Art Deco moderno”.

Em outros ambientes, um espaço de 15 metros de altura, chamado “Great Room”, contém um piano de cauda para concertos Bösendorfer, projetado em colaboração com Rafauli e o famoso artista japonês Takashi Murakami.

“O mundo de Drake gira completamente em torno da música, então ele não compraria um piano qualquer”, explicou Rafauli. “Essa posse premiada é um autêntico casamento de arte, artesanato e qualidade”.

20 piscinas cobertas de tirar o fôlego

Tênis da Apple é vendido por mais de R$ 45.000

Louis Vuitton fornece desinfetante para as mãos gratuitamente

Tour virtual: 10 museus para visitar sem sair de casa

A história da mansão vem desde 2015, quando Drake comprou um lote no exclusivo Park Lane Circle de Toronto por US$ 6,7 milhões (aproximadamente R$ 30 milhões). Posteriormente, ele demoliu o bangalô existente para dar lugar a sua enorme casa com teto alto. O rapper, que em 2019 tinha um patrimônio líquido de US$ 150 milhões (aproximadamente R$ 750 milhões), segundo a Forbes, disse que a casa demonstra seu desejo de “permanecer sólido para sempre no local em que nasci”.

“Como eu a construí em minha cidade natal, eu queria que a estrutura permanecesse firme por 100 anos. Queria que tivesse uma escala e sensação monumentais”, disse Drake, antes de acrescentar: “Será uma das coisas que deixo para trás, então tinha que ser atemporal e forte.”

Cansou do isolamento? 13 atividades para fazer com o tempo de sobra

Rainha Elizabeth II mudou-se para outro castelo por causa do coronavírus



arrow