NASA: poeira lunar raríssima coletada por Neil Armstrong em Apollo 11 está à venda -

NASA: poeira lunar raríssima coletada por Neil Armstrong em Apollo 11 está à venda

Poeira lunar trazida por Neil Armstrong na Apollo 11 será leiloada. Foto: Divulgação/ Bonhams
Poeira lunar trazida por Neil Armstrong na Apollo 11 será leiloada. Foto: Divulgação/ Bonhams
Poeira lunar trazida por Neil Armstrong na Apollo 11 será leiloada. Foto: Divulgação/ Bonhams

A maioria das pessoas quer se livrar da sujeira, mas essa amostra especial de poeira lunar será bastante concorrida. Partículas de poeira lunar coletadas por Neil Armstrong em 1969 durante a missão Apollo 11 estão em leilão este mês. A Bonhams, a empresa de leilões responsável pela venda, estimou que a amostra valeria entre US$ 800.000 e US$ 1,2 milhão (R$ 3.7 milhões e R$ 5.5 milhões).

Essa é a única amostra conhecida de poeira lunar da Apollo 11 que pode ser vendida legalmente, tornando difícil para a casa de leilões estimar seu valor, de acordo com o especialista da Bonhams, Adam Stackhouse.

Poeira lunar trazida por Neil Armstrong na Apollo 11 será leiloada. Foto: Divulgação/ Bonhams
Poeira lunar trazida por Neil Armstrong na Apollo 11 será leiloada. Foto: Divulgação/ Bonhams

Para determinar a faixa de preço, Stackhouse analisou as outras poucas amostras de poeira lunar que foram vendidas, bem como o significado do evento histórico do qual se originou.

“Acho que essa estimativa dá um senso de importância”, disse ele, “mas é realmente difícil dizer onde será vendido”. O leilão será meados de abril, mas as pessoas já estão manifestando interesse, de acordo com Stackhouse.

Um passado polêmico

Esta relíquia da Apollo 11 em particular criou algum rancor entre seu proprietário e a NASA. Armstrong trouxe a bolsa de poeira lunar de volta à Terra, mas a NASA perdeu a bolsa após um empréstimo a um museu.

Tornou-se parte da propriedade apreendida quando o diretor de um museu espacial foi condenado por fraude e roubo. Acabou sendo leiloado pelo US Marshalls Service para a residente de Illinois Nancy Lee Carlson em 2015 por US $ 995.

Veja também:

Ela enviou a bolsa para a NASA para ajudar a identificar de onde veio, disse Stackhouse. Assim que a NASA percebeu o significado da bolsa, a agência espacial se recusou a devolvê-la a Carlson.

Carlson processou a NASA e ganhou, forçando os funcionários da agência a devolver a bolsa. A leiloeira Sotheby’s vendeu a bolsa separadamente por US$ 1,8 milhão em 2017.

Carlson agora quer vender cinco peças de metal com poeira lunar no topo que ainda estão em um contêiner da NASA, disse Stackhouse.

Veja também:

A empresa de leilões testou independentemente o material para confirmar que realmente veio da lua, disse Stackhouse.

Bonhams está vendendo o pedaço da história espacial em nome de Carlson, mas ela não compartilhou com a Stackhouse por que estava interessada em oferecê-lo para leilão. 

Fonte: CNN Space + Science

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br


Veja também:

+ Marília Gabriela fala sobre morar em Portugal
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ Veja as 10 scooters mais vendidas no Brasil
+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021
+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!
+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano



Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow