Joias raras da filha de Napoleão Bonaparte batem recorde e são vendidas por R$ 9 milhões -

Joias raras da filha de Napoleão Bonaparte batem recorde e são vendidas por R$ 9 milhões

Fotos: Divulgação/Christie’s

O conjunto de nove peças de joias que pertencia a Stephanie de Beauharnais, grã-duquesa de Baden e filha adotiva de Napoleão Bonaparte, destruiu as estimativas do leilão na quarta-feira ao ser vendido por 1,52 milhão de francos suíços (R$ 8.85 milhões).

As joias incluíam uma tiara, brincos, um anel, pulseira e pingentes. As peças preciosas da tiara e da pulseira – outrora parte de um cinto – foram reformadas pela filha da grã-duquesa, a princesa Josephine. As joias foram vendidas individualmente na Christie’s em Genebra, 200 anos após a morte do imperador francês.

Cada item excedeu as estimativas iniciais da casa de leilões, que variaram de 10.000 a 250.000 francos suíços (R$ 58.3 mil a R$ 1.460 milhão) por peça. O maior ganhador foi uma tiara de safira e diamante que rendeu 525.000 francos suíços (mais de R$ 3 milhões).

Veja também:

“Sob a corte de Napoleão, joias eram uma parte essencial da moda e as mulheres usavam combinando, tiaras, colares, pulseiras, broches, anéis, brincos e cintos decorados com pedras preciosas”, disse o especialista da Christie’s Lukas Biehler em um e-mail antes do leilão.

“A moda ditava que a cintura era muito alta nos vestidos e as damas da corte precisavam de um cinto, que era colocado logo abaixo do decote. Safiras de alta qualidade eram incrivelmente raras, pois eram muito antes da época da mineração industrial.”

Veja também:

Também foi destaque na venda da Christie’s uma coroa de safira e diamante que pertenceu a monarca portuguesa do século XIX, Maria II, cuja filha, Infanta Antónia, acabou se casando com o neto de Stephanie de Beauharnais, o príncipe Leopoldo de Hohenzollern. A coroa foi vendida por 1,77 milhão de francos suíços (R$ 10.3 milhões). 

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow