Hotel de 1617: castelo de madeira no Japão oferece experiência medieval -

Hotel de 1617: castelo de madeira no Japão oferece experiência medieval

O novo hotel japonês está oferecendo aos viajantes uma experiência inédita – viver como um senhor medieval em um castelo real. O Castelo de Ozu, na cidade de Ozu, é o primeiro e único castelo no Japão que permite que os viajantes pernoitem.

Imagens: Divulgação/Kita Management

Com uma história que data de 1617, Ozu é também um dos poucos castelos de madeira restantes no Japão. Embora transformar o Castelo de Ozu em um hotel seja um feito notável, isso é parte de uma missão maior: trazer vida para a cidade rural em declínio.

‘Pequena Kyoto’

Apelidada de “pequena Kyoto” de Iyo (o antigo nome da prefeitura de Ehime), Ozu é conhecida por seu belo Rio Hiji, arquitetura e o Castelo de Ozu. No entanto, outrora um centro político na era Edo (1603-1868), floresceu durante os períodos Meiji (1868-1912) e Taisho (1912-1926) graças à produção e comércio de cera e seda.

Mas a sorte de Ozu, como muitas outras cidades rurais do Japão, caiu drasticamente nas últimas décadas. Desde a década de 1950, a cidade testemunhou um declínio populacional substancial, passando de 79.000 residentes em 1955 para cerca de 42.000 em 2020.

“Com isso, vem o fechamento de empresas e o abandono de casas, o que aumenta as chances de os jovens saírem em busca de melhores perspectivas”, diz Diego Cosa Fernandez, diretor do Departamento de Arquitetura e Cultura da Kita Management, desdobramento da cidade Gabinete de Turismo e Urbanismo. “Na falta de casais jovens, menos filhos nascem e a bola de neve fica maior.”

Hospedando-se no Castelo de Ozu

O atual Castelo de Ozu, com sua recém inaugurada opção de hospedagem, foi reconstruído – o que explica por que as autoridades permitiram que fosse transformado em hotel. As Leis do Japão para a Proteção de Bens Culturais incluem restrições estritas sobre alterações em edifícios de patrimônio tangível, incluindo muitas das fortalezas do país. Após a demolição da estrutura original do Castelo de Ozu em 1888, a cidade decidiu reconstruir a partir das ruínas na década de 1990 – usando madeira em vez de concreto.

“A construção em madeira era várias vezes mais cara e a lei de construção do pós-guerra não permitia estruturas de madeira com mais de 13 metros”, diz Fernandez. “Ozu tem 19 metros de altura.”

Veja também:

Depois de anos, Ozu finalmente recebeu consentimento para construir a torre de madeira, concluída em 2004. O Castelo de Ozu abriu suas portas para os hóspedes do hotel em julho, dando aos hóspedes a chance de desfrutar da construção do castelo em particular após o portão ser fechado para visitantes às 17h.

Para o primeiro ano, apenas 30 estadias serão permitidas, com até seis convidados em cada estadia. A taxa é de um milhão de ienes (ou R$ 50 mil) por noite para dois hóspedes – e 100.000 ienes, ou R$ 5 mil, para cada hóspede extra.

Como é a estadia no castelo?

Na chegada, os hóspedes – que podem optar por vestir-se com quimonos e trajes de guerreiros medievais – são recebidos com trombetas, bandeiras e esquadrão. Além disso, eles serão tratados com uma kagura local, uma apresentação de dança tradicional que é uma propriedade cultural folclórica do Japão.

O jantar é servido em uma das quatro torres no complexo do castelo, seguido por uma sessão de observação da lua com saquê e recitação de poesia. As torres são originais, tendo sobrevivido aos últimos quatro séculos.

Veja também:

Portanto, depois de passar a noite no complexo, os hóspedes tomam café da manhã no Garyu Sanso, uma vila histórica à beira de um penhasco com uma casa de chá com vista para o rio Hiji. Além disso, mais onze quartos de hotel estão espalhados em três casas restauradas pela cidade. Inspiradas nos nomes de três antigos senhores de Ozu, as casas – chamadas SADA, OKI e TSUNE – cada uma tem uma história interessante. A SADA era propriedade de um médico no início do século 20 e pode ter sido usada como clínica. Agora serve como recepção do complexo hoteleiro e possui um restaurante que está aberto aos hóspedes do hotel e ao público.

O TSUNE já foi ocupado por um restaurante de 400 anos que ficou vazio no início dos anos 1980. Agora tem duas salas e um salão de banquetes e eventos. “A OKI é a joia das casas antigas”, acrescenta Fernandez. “Pertenceu a Murakami, um industrial muito rico que fez fortuna produzindo cera japonesa. Oki era a residência principal, então eles fizeram muitos esforços para mostrar seu status. É também uma das residências mais antigas que ainda existem em Ozu”. Por fim, uma estadia em uma das casas do castelo custa a partir de 17.000 ienes (R$ 850) por noite.

Enquanto a primeira fase se concentra apenas em quartos de hotel, outros locais serão abertos na segunda fase, incluindo uma microcervejaria. “Nosso objetivo é identificar casas frágeis, convencer o proprietário a arrendar para nós, envolvê-las nos processos de reforma, encontrar um uso adequado e mantê-las por 15 anos”, diz Fernandez.

Veja também:

Após os 15 anos, a casa renovada será devolvida aos proprietários originais para que decidam se continuam a gerir o negócio ou não. “No final, pretendemos gerar um centro da cidade mais habitável, onde jovens casais decidam se mudar porque têm empregos, bares e cafés onde podem comer, creches que cuidam de seus filhos e casas atraentes para dormir”, diz Fernandez. 

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Veja também

+ Mudaram as regras para compra de carro para PCD; veja como ficou

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ 20 passos simples para dar uma cara nova para sua casa

+ Você acha Gracyanne Barbosa sarada? É quer nunca viu a médica Chinesa Yuan Herong

+ Relógio de R$ 3 milhões de Faustão é inspirado em supercarro da Bugatti; veja

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Quarto feminino: 6 dicas que você precisa saber antes de planejar o seu

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo



arrow