Home office: mercado de casas de luxo aumenta por causa do corona -

Home office: mercado de casas de luxo aumenta por causa do corona

O mercado imobiliário em Londres aumentou, conforme os trabalhadores de alto padrão da capital buscam propriedades maiores, com jardins para tornar o home office mais confortável.

Os compradores desejam vender apartamentos de luxo e se mudar para subúrbios com áreas verdes.

Os números de Knight Frank compilados para o Evening Standard mostraram que o número de novos compradores que procuravam casas por mais de 3 milhões de libras (aproximadamente R$ 20 milhões) aumentou 53%, em comparação com a média de cinco anos atrás para essa época do ano.

Veja também:

Portanto, temendo outras ondas de Covid-19 e com expectativas de que home office seja o novo normal, os ricos da capital estão trocando apartamentos de luxo no norte e no centro de Londres por casas grandes nas arborizadas Barnes, Wimbledon, Richmond, Chiswick e Fulham.

“Meu telefone não para de tocar”, disse Jonathan Hewlett, chefe da equipe “prime London” da Savills. “Os compradores estão em constante movimento e há uma tendência do norte do rio para o sul e do sul para o campo”.

Veja também:

Além disso, ele explicou que algumas pessoas nas partes mais arborizadas do sudoeste de Londres estavam indo para Surrey, Hertfordshire e Berkshire para comprar segundas residências, caso sejam necessários futuros isolamentos.

Por fim, os três motivos que motivaram as pessoas a comprar foram: proximidade de parques, grandes cômodos de escritórios e bom sinal de wi-fi. Os preços das casas de luxo não aumentaram apesar do aumento da demanda, dizem os agentes imobiliários.

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br 

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow