Grupo de luxo francês LVMH doa 10 milhões de euros para Amazônia

Grupo de luxo francês LVMH doa 10 milhões de euros para Amazônia

Enquanto Jair Bolsonaro dispensa ajuda financeira da França para a questão na Amazônia, o grupo de luxo francês LVMH anunciou uma doação de 10 milhões de euros para ajudar no combate aos incêndios na Amazônia. O conglomerado tem entre suas grifes de moda a Louis Vuitton, Fendi, Givenchy  e RIMOWA, e ainda as bebidas Belvedere, Chandon e Veuve Clicquot.

Esta é a mais valiosa grife do mundo da moda

Roteiro por 10 cidades famosas da Itália custa apenas R$ 500

Moda dos anos 80: Levi’s ressuscita visual da década para ‘Stranger Things’

“A LVMH decidiu aderir a essa medida contribuindo com 10 milhões de euros para o que deveria ser um esforço coletivo”, afirmou o grupo francês em comunicado, citando o CEO Bernard Arnault e Yann Arthus-Bertrand, um famoso fotógrafo por suas visões aéreas do planeta e membro do conselho de administração do grupo.

As informações são do próprio grupo em texto de divulgação por meio de sua assessoria de imprensa no Brasil. Ainda, segundo o site Exame, o presidente do grupo francês Davide Marcovitch fez o anúncio ao presidente da Câmara dos Deputados.

“Presidente Rodrigo Maia, quero informá-lo que acabo de receber mensagens do grupo LMHV, que representa a Louis Vuitton e Chandon no Brasil, que vamos doar 10 milhões de euros para ajudar no combate às queimadas na Amazônia”, disse o executivo.

Rolex do James Bond usado no 1º filme vai a leilão; veja preço

Par de tênis mais caro do mundo, Nike Moon Shoe bate recorde; veja preço

Os restaurantes mais caros do mundo; veja quanto custam

 



arrow