Esta ilha na Europa vai pagar os turistas que a visitarem neste verão. Saiba mais! -

Esta ilha na Europa vai pagar os turistas que a visitarem neste verão. Saiba mais!

Crédito: Paul Biris/Getty

A fim de impulsionar sua economia de turismo, Malta anunciou um projeto na sexta-feira para encorajar viajantes independentes a visitarem seus hotéis a partir de junho.

De acordo com o comunicado oficial, a Autoridade de Turismo de Malta pagará a cada visitante que reservar uma estadia de três noites diretamente em hotéis selecionados de três a cinco estrelas. Aqueles que se hospedarem em uma propriedade cinco estrelas receberão € 100 (cerca de R$ 680) por pessoa em cada reserva, enquanto os hóspedes em hotéis quatro estrelas ganharão € 75 (cerca de R$ 510) e os visitantes em hotéis três estrelas receberão € 50 ( cerca de R$ 340).

a group of people standing in front of a building: Malta holiday scheme: From 1 June, visitors will earn money for staying on the island. Pic: Shutterstock
Crédito: Shutterstock

O ministro do Turismo, Clayton Bartolo, acrescentou que esses valores serão igualados pelos hotéis, dobrando-os em todos os níveis, para que os visitantes possam ganhar até € 200 (cerca de R$ 1.360) por sua estadia de três noites em um hotel cinco estrelas, informou a Reuters. E aqueles que forem para a ilha menor de Gozo, em Malta, receberão um incentivo adicional de 10% além disso.

Veja também:

Com € 3.500.000 (cerca de R$ 23.8 milhões) alocados para o plano, o país espera poder atrair mais de 35.000 visitantes com o orçamento, afirmou o comunicado.

Atualmente, Malta ainda está em um bloqueio parcial de pandemia, com os primeiros passos para a reabertura começando 12 de abril (creches, jardins de infância e escolas primárias estão reabrindo e visitas a lares de idosos são permitidas novamente). As lojas e serviços não essenciais reabrirão na segunda-feira, 26 de abril, no mesmo dia, grupos de até quatro pessoas poderão se reunir em público, de acordo com o site da Autoridade de Turismo de Malta.

Veja também:

Mas a maior data do calendário é terça-feira, 1º de junho, quando serão oficialmente abertos aos viajantes. Afinal, 27% da economia do país vem do turismo, segundo dados do World Travel and Tourism Council. O país viu 2,7 milhões de visitantes em 2019, mas esse número caiu 80% quando a pandemia do coronavírus ocorreu, informou a Reuters.

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site  www.desejoluxo.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada






Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow