Conheça Blackfly: a nova aeronave elétrica que custará o mesmo que um SUV de luxo -

Conheça Blackfly: a nova aeronave elétrica que custará o mesmo que um SUV de luxo

Avião elétrico Blackfly. Fotos: Divulgação/Opener LLC
Avião elétrico Blackfly. Fotos: Divulgação/Opener LLC
Avião elétrico Blackfly. Fotos: Divulgação/Opener LLC

Esta nova aeronave elétrica para uma pessoa custará quase o mesmo que um SUV de luxo. E você também não precisará de uma licença de piloto para pilotar, já que o Opener Blackfly é certificado como uma aeronave ultraleve.

Blackfly se apresentou para as multidões no AirVenture em Oshkosh, Estados Unidos, competindo contra Volocopter para ser nomeado como o primeiro eVTOL pilotado em um evento público.

A empresa da Califórnia espera vender até 25 aeronaves de sua categoria ultraleves, operadas por computador, antes do final deste ano. Seu site diz que, quando o Blackfly entrar em produção em massa, “será vendido pelo preço de um SUV”. Em seguida, acrescenta uma ligeira isenção de responsabilidade: “Somos vagos sobre o preço para não fazer promessas exageradas”.

Veja também:

A aeronave se assemelha a dois cascos de barco, um formando a parte inferior e o outro invertido para formar a parte superior, com uma cobertura em forma de bolha no meio para a única pessoa que o Blackfly carrega. Presas à carcaça estão duas asas – uma na frente e outra na parte traseira – cada uma segurando quatro hélices movidas a eletricidade.

Os computadores da aeronave podem inclinar as asas para a frente, verticalmente ou em qualquer lugar entre eles, permitindo que o Blackfly opere como uma aeronave ou helicóptero tradicional. Surpreendentemente, o Blackfly não usa rodas por baixo. Ele simplesmente toca a quilha do casco e se inclina para um lado ou outro até que o winglet na ponta do aerofólio assente no solo.

Veja também:

Criado para o mercado de veículos esportivos recreativos dos Estados Unidos, o Blackfly opera de acordo com a Part 103 dos regulamentos aéreos federais do país. Isso vem com algumas restrições. Como um ultraleve, o Blackfly não pode pesar mais que 110 quilos e não pode voar à noite ou em qualquer lugar próximo a áreas povoadas.

Mas a Part 103 também tem suas vantagens. Como o Blackfly não requer licença de piloto, é considerado um veículo esportivo recreativo que vem com um pára-quedas BRS opcional que pode ser operado em altitudes de menos de 30 metros acima do solo. Isso é para o caso de os computadores que controlam a máquina falharem ao mesmo tempo.

O computador de bordo inclui até um botão de retorno à página inicial, como um drone, caso o operador se perca. “Testamos o Blackfly em um campo operacional de vôo muito amplo, mas restringimos fortemente o que os computadores permitirão que a aeronave faça”, disse o CEO Marcus Leng.

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site  www.desejoluxo.com.br 

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow