Cientistas ficam chocados ao descobrir que é possível plantar em solo da Lua: 'não previmos isso' -

Cientistas ficam chocados ao descobrir que é possível plantar em solo da Lua: ‘não previmos isso’

Solo trazido da Lua tem sucesso em pesquisa para germinar plantas. Foto: Divulgação/ Universidade da Flórida
Solo trazido da Lua tem sucesso em pesquisa para germinar plantas. Foto: Divulgação/ Universidade da Flórida
Solo trazido da Lua tem sucesso em pesquisa para germinar plantas. Foto: Divulgação/ Universidade da Flórida

Cientistas cultivaram plantas em solo lunar coletado durante as missões Apollo: “Ficamos surpresos”. Uma equipe de pesquisa da Universidade da Flórida germinou as plantas usando solo lunar de 50 anos – e ficou chocada com os resultados.

A NASA levou astronautas para a Lua seis vezes – e graças a essas excursões celestes, os cientistas aqui na Terra puderam aprender mais sobre como sustentar a vida no espaço sideral. Mais recentemente, uma equipe de pesquisadores da Universidade da Flórida resolveu plantar no solo coletado durante as missões Apollo. Essas descobertas podem nos ajudar a cultivar alimentos e produzir oxigênio na Lua.

Solo trazido da Lua tem sucesso em pesquisa para germinar plantas. Foto: Divulgação/ Universidade da Flórida
Solo trazido da Lua tem sucesso em pesquisa para germinar plantas. Foto: Divulgação/ Universidade da Flórida

Os cientistas plantaram sementes no solo que os astronautas da Apollo 11, 12 e 17 coletaram entre 1969 e 1972. Eles adicionaram água, forneceram nutrientes e introduziram um pouco de luz – e fizeram a semente brotar para uma salada de primavera comestível. Este “jardim lunar” cresceu com apenas 12 gramas de solo da coleção da NASA.

Veja também:

A equipe, inicialmente, não estava acreditando que as plantas brotariam. “Ficamos surpresos. Não previmos isso”, disse a professora Anna-Lisa Paul, co-autora do estudo. “Isso nos diz que os solos lunares não interromperam os hormônios e os sinais envolvidos na germinação das plantas”.

Suas descobertas ajudaram a estabelecer como os pesquisadores podem plantar no futuro no espaço e a partir dele. “As plantas ajudaram a estabelecer que as amostras de solo trazidas da lua não abrigavam patógenos ou outros componentes desconhecidos que prejudicariam a vida terrestre, mas essas plantas foram apenas polvilhadas no solo lunar e nunca foram cultivadas nele”, acrescentou Paul.

Veja também:

“Para futuras missões espaciais mais longas, podemos usar a lua como um hub ou plataforma de lançamento. Faz sentido que queiramos usar o solo que já está lá para cultivar plantas”, disse o professor Rob Ferl, outro co-autor do estudo.

“Então, o que acontece quando você cultiva plantas em solo lunar, algo que está totalmente fora da experiência evolutiva de uma planta? O que as plantas fariam em uma estufa lunar? Poderíamos ter agricultores lunares?”, finalizou ele com essas questões.

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site  www.desejoluxo.com.br 


Veja também:

+ Marília Gabriela fala sobre morar em Portugal
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ Veja as 10 scooters mais vendidas no Brasil
+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021
+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias
+ Filha do cantor Leonardo exibe bumbum gigante ao posar de biquíni em praia do Ceará
+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!
+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano



Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow