Caixa com 100 laranjas é vendida por R$ 53 mil no Japão. Entenda! -

Caixa com 100 laranjas é vendida por R$ 53 mil no Japão. Entenda!

Caixa de laranjas vendida por R$ 53.3 mil/Fotos: Reprodução/JA Nishiuwa

Quantas laranjas você pode comprar com um milhão de ienes – ou cerca de R$ 53 mil? Para um comprador amante de frutas em um leilão, esta semana no Japão, a resposta é apenas 100.

Uma única caixa de 20 quilos de 100 laranjas mandarins japonesas (também chamadas de mikan ou tangerina) chegou ao leilão na quinta-feira no mercado atacadista central de Tóquio.

‘Três sóis’

Nishiuwa é uma das regiões produtoras de mikan de Ehime e suas espécies de laranjas cítricas semi-sem sementes são conhecidas por seu bom equilíbrio de sabores ricos e doces, sua casca fina e fácil de descascar, bem como sua textura que derrete na boca .

A prefeitura de Ehime é famosa por suas laranjas doces e Nishiuwa é uma das maiores regiões produtoras de tangerina

As mandarins Nishiuwa com preços mais elevados são de uma das marcas líderes da região – Hinomaru. “Hinomaru mikan é produzido em uma área limitada na costa da cidade de Yawatahama, na prefeitura de Ehime”, disse Shin Asai, do departamento de vendas de JA Nishiuwa.

“É um mikan que é cultivado com os chamados três sóis – o sol real, a luz refletida do mar e a luz refletida das paredes de pedra dos terraços.”

Veja também:

Apenas cerca de 100 agricultores produzem este tipo especial de mikan na área. “Hinomaru Mikan este ano tem sido de qualidade particularmente boa”, acrescenta Asai.

O primeiro leilão de laranja Satsuma marcou o início da safra de frutas

O lance alto no leilão de quinta-feira foi considerado “um preço muito comemorativo” para marcar o início da temporada de mikan do Japão, de acordo com um representante da associação agrícola de Nishiuwa.

“Como a qualidade da fruta de cada ano é avaliada no primeiro leilão, isso afetará muito as vendas subsequentes”, diz Asai. “O primeiro leilão é muito importante para a indústria de frutas.”

Veja também:

Contudo, o preço típico desse tipo de laranja de alta qualidade costuma ser em torno de JPY 7.800 (ou R$ 418) por 10 quilos. Não foi a primeira vez que as doces mandarins obtiveram um preço tão surpreendente em um leilão – o preço de lance mais alto no ano passado também estava na faixa de um milhão.

“Mas, considerando o impacto negativo na economia por causa da Covid-19, ficamos surpresos e também encantados por ela ter sido leiloada por um milhão de ienes”, disse Asai.

Doce e caro

A identidade do comprador com lance mais alto permanece desconhecida por enquanto, mas Asai acredita que será revelada em alguns dias. “Um supermercado sofisticado comprou no ano passado e usou para fazer publicidade na loja”, diz Asai.

“As frutas são tratadas de maneira diferente na cultura asiática e na sociedade japonesa especialmente”, disse Soyeon Shim, reitora da Escola de Ecologia Humana da Universidade de Wisconsin-Madison. “A compra e o consumo de frutas estão vinculados a práticas sociais e culturais.”

Cultura japonesa

“Não é apenas uma parte importante de sua dieta, mas, talvez mais importante. A fruta é considerada um item de luxo e desempenha um ritual importante e elaborado nas extensas práticas de presentear do Japão.

Além disso, as laranjas são uma das frutas mais populares no Japão. De acordo com um relatório de 2019 do Bureau de Estatística do Japão, as mandarins foram os frutos de maior rendimento do país em 2016 e 2017.

Veja também:

Por fim, Ehime fica atrás apenas da Prefeitura de Wakayama em termos de produção total de tangerina, mas é a número um em produção geral de mais de 40 tipos de frutas cítricas. Além disso, seu mascote local é uma laranja de desenho animado chamada Mikyan.

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site  www.desejoluxo.com.br 

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow