As 10 cidades mais caras do mundo para se viver durante a pandemia do Covid-19 -

As 10 cidades mais caras do mundo para se viver durante a pandemia do Covid-19

É o maior sonho para muitos – mudar para uma cidade grande e ter uma vida nova e glamurosa. Mas, como todos sabemos, a vida metropolitana tem um custo – especialmente se você escolher Hong Kong, Paris ou Zurique, que são as cidades mais caras do mundo de acordo com novas pesquisas.

The Economist Intelligence Unit (EIU) – que avalia 133 cidades globais e compara o preço de uma cesta de 138 itens de uso diário em cada uma – classificou-as no topo da tabela.

As cidades europeias ultrapassaram Singapura e Osaka, que empataram com Hong Kong na ‘Pesquisa Mundial de Custo de Vida’ anterior, realizada em março. As mudanças são especialmente marcantes desta vez, com o relatório dobrando como uma avaliação do impacto da pandemia Covid-19 sobre os preços em todo o mundo.

Veja também:

As flutuações cambiais devido à pandemia – que incluiu uma queda do dólar americano – significam que os destinos na África, Américas e Europa Oriental ficaram mais baratos desde março, enquanto a Europa Ocidental, onde o euro subiu em valor em relação ao dólar, viu os preços subirem. O franco suíço também aumentou de valor.

As cidades mais caras do mundo

Singapura e Osaka estão agora em quarto e quinto lugar, respectivamente, com Tel Aviv empatando com Osaka em quinto lugar. Um êxodo de trabalhadores estrangeiros durante a pandemia está por trás da queda de Singapura – que viu sua população cair pela primeira vez em 17 anos – de acordo com a EIU.

O top 10 é completo por Genebra, Nova York, Copenhague e Los Angeles. Sydney está no número 15, Londres no 20 e Nairobi no 77.

Moscou está no número 106 e Delhi, 121. O maior aumento é Teerã, que subiu na escada da 106ª para a 79ª posição, devido às sanções dos EUA afetando o abastecimento. Reykjavik, Rio de Janeiro e São Paulo apresentam as maiores oscilações de preços.

Veja também:

A EIU atribui as classificações das cidades brasileiras a “moeda fraca e níveis crescentes de pobreza”. O Brasil, é claro, sofreu muito durante a pandemia.

Damasco, na Síria, é a cidade com o menor custo de vida, seguida por Tashkent, no Uzbequistão, Lusaka na Zâmbia, Caracas (Venezuela) e Almaty, Cazaquistão.

Os 10 últimos colocados são completados por Karachi (Paquistão), Buenos Aires (Argentina), Argel (Argélia) e Bangalore e Chennai, na Índia. O governo argentino introduziu controles de preços durante a pandemia, o que pode explicar a posição de Buenos Aires.

Eletrônicos caros e roupas mais baratas

Não foram apenas as cidades que mudaram. A pesquisa descobriu que os preços dos eletrônicos – aumentaram globalmente. O vestuário, por sua vez, caiu – ambos provavelmente devido ao aumento de pessoas trabalhando em casa.

Os alimentos básicos permaneceram basicamente o mesmo preço, enquanto os produtos de higiene pessoal, tabaco e álcool aumentaram. “A pandemia Covid-19 fez com que o dólar americano enfraquecesse, enquanto as moedas da Europa Ocidental e do norte da Ásia se fortaleciam contra ela, o que por sua vez mudou os preços de bens e serviços”, disse Upasana Dutt, chefe de custo de vida mundial da EIU.

Veja também:

“A pandemia transformou o comportamento do consumidor, à medida que isolamentos e tendências, como trabalhar em casa, aumentaram os preços dos eletrônicos de consumo e os kits de refeição em casa tomaram o lugar das refeições em restaurantes para famílias de classe média.”

Quanto ao futuro, as coisas não parecem animadoras. A EIU prevê que as tendências continuarão, com as pessoas priorizando itens básicos e entretenimento doméstico em vez de roupas durante 2021.

Cidades mais caras do mundo para se viver em 2020

1. (empate) Paris, França

1. (empate) Hong Kong

1 (empate) Zurique, Suíça

4. Singapura

5. (empate) Osaka, Japão

5. (empate) Tel Aviv, Israel

7. Genebra, Suíça

8. Cidade de Nova York

9. Copenhagen, Dinamarca

10. Los Angeles, EUA

Fique por dentro das novidades na nossa página no Facebook Desejo Luxo ou no nosso site www.desejoluxo.com.br

Join the Discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arrow