7 símbolos de status dos millenials ricos que revolucionam o luxo

7 símbolos de status dos millenials ricos que estão revolucionando o luxo

Os hábitos dos millenials ricos estão virando o mundo do luxo de cabeça para baixo. Como os pobres mortais de sua geração, eles preferem gastar com experiências. Mas diferentemente do restante dos millenials, podem pagar bem caro por elas.

Óculos de sol com pedras viram febre entre famosas; veja 6 modelos que são puro luxo
Esta mulher ganha R$ 30 mil por mês para ficar em casas de luxo pelo mundo
Esse apartamento de luxo é na verdade um iate habitável

Segundo o Business Insider, os millenials ricos estão criando novas tendências e símbolos de status com sua maneira de se vestir e viver. Usam tênis extremamente caros, roupas esportivas de grifes de luxo, mas também peças emprestadas e alugadas. E tudo isso exibido à exaustão em contas poderosas nas redes sociais.

Em tempo: millenials ou geração Y são os nascidos entre 1979 e 1995.

Veja sete maneiras como os millenials estão redefinindo o mundo do luxo:

 1. Gastam muito com experiências VIP

Como o restante de sua geração, os millenials preferem gastar com experiências em vez de coisas. Porém, estão dispostos a pagar uma fortuna para ter conforto e bons serviços nestas experiências.

2. Exclusividade e customização

Millenials preferem customizar suas experiências para torná-las únicas. Especialmente nas viagens, os millenials buscam amenities e serviços exclusivos, como um barman preparando drinques especiais dentro de sua suíte.

3. Escolhem marcas com base em seus valores e suas missões

As gerações mais novas tendem a ser menos fieis a uma única grife e preferem comprar de marcas que compartilhem de seus valores e suas paixões. Que missão essa grife representa? Como ela contribui para um mundo melhor? São perguntas que os millenials se fazem ao adquirir seus produtos.

4. Sneakers de luxo 

Não, eles não fogem das compras. Investem uma fortuna em um par de tênis como símbolo de status. Aliás, a categoria de calçados é a mais poderosa no mercado de luxo, segundo relatório recente de The NPD Group, e o sapato líder é justamente o tênis. Devido a seu desejo por conforto e exercícios, millenials consomem muito este artigo.

5. Streetwear no mercado de luxo

As roupas de academia saíram para as ruas. Muitas grifes de luxo estão investindo em parcerias com marcas esportivas.

É o que tornou a Gucci cool novamente: em 2015, a grife italiana trouxe um diretor criativo que ajudou a abraçar a moda esportiva.

6. Redes sociais poderosas

Os millenials usam o Instagram, principalmente, para influenciar a moda de luxo. Influenciadores como Kim Kardashian ditam o que será luxo no mundo todo. Para as marcas, estar num perfil bombado do Instagram importa mais do que nas páginas de uma revista.

7. Luxo acessível e compartilhado

Millenials querem compartilhar. Eles dão menos importância ao ter do que ao usar e dividir. Com isso, serviços de aluguel de carros, casas, roupas e acessórios cresceram muito, como Uber e Airbnb.

No mundo do luxo, a tendência é a mesma: você pode alugar um vestido de grife para uma festa ou mesmo um relógio ou joia.

Veja também

+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol
+ Maria Zilda relembra quando soube que Ary Fontoura era gay
+ Uma Harley-Davidson com 360 diamantes e peças banhados a ouro, a moto mais cara do mundo
+ Veja momento em que bola de fogo explode no céu de Tóquio
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo



arrow